O Ciclo de Conversas Arte Ciência e Cultura é uma iniciativa da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, que se realiza em colaboração com a Fundação da Casa de Mateus, o Instituto de Letras e Ciências Humanas da Universidade do Minho e o Instituto Internacional Casa de Mateus.

Em dezembro de 2015 iniciou uma nova série de conversas com uma abordagem às grandes teorias da Filosofia Moral,  em que pontificaram as palestras dos Professores José Meirinhos (Universidade do Porto) e João Cardoso Rosas (Universidade do Minho).

O tema deu azo a animadas discussões sobre ética das virtudes, ética kantiana e consequencialismo moral. Após esta introdução às grandes teorias da ética, o Grupo de Teoria Política do Instituto de Línguas e Ciências Humanas da Universidade do Minho, propôs associar-se à organização das conversas com um ciclo que foi batizado "A Hora da Ética" dedicado a temas atuais de ética aplicada, sob a coordenação do Professor Roberto Merrill (UM).

A partir de Junho 2016, foi agendado um conjunto de sessões dirigidas a questões concretas da atualidade para as quais foram convidados investigadores de diferentes universidades portuguesas e estrangeiras a apresentar as suas teorias e a debatê-las com o público. Os temas já programados incluem: a ética do Marxismo, com o Prof. Satoshi Matsui (13/06/16), a ética do rendimento básico incondicional, com o prof. Karl Widerquist (16/07/16), a Ética do particularismo, com o prof. Alan Thomas (22/10/16), a ética dos bancos, com o prof. Geert Demuinjk (12/11/16), e a ética do amor, com o prof. Roberto Merrill (03/12/16).

Para 2017, as conversas iniciaram a sua programação com uma sessão dedicada à edição monumental de Os Lusíadas, alusiva ao bicentenário da edição desta obra por D. José Maria de Sousa Botelho Mourão, Morgado de Mateus. A sessão decorreu no dia 11 de Fevereiro e o orador convidado foi o Professor João Figueiredo (Universidade de Lisboa), autor de vários ensaios sobre Luís Vaz de Camões.

Durante o mês de abril e maio realizou-se o ciclo dedicado à Utopia. No dia 1 de Abril, o Filósofo Renato Janine Ribeiro apresentou o tema "Utopia e Democracia", com moderação de Álvaro de Vasconcelos. No dia 29 de Abril, Jorge Barreto Xavier falou sobre Cultura e democracia e apresentou o seu livro « A Cultura na vida de todos os Dias », com moderação de Teresa Albuquerque, no dia 20 de Maio o tema foi sobre as perspectivas sobre o futuro do trabalho e como isso pode estar a repercutir nas democracias europeias, com Pedro Santa-Clara Gomes, Sara Bizarro e Gonçalo Marcelo.

No ano de 2018, as Conversas sobre Arte Ciência e Cultura, iniciam as actividades com uma sessão no dia 14 de Abril, pelas 15h. Nesta sessão o tema é A Universidade como deve ser  e conta com 3 oradores convidados, os Professores António M. Feijó e Miguel Tamen (Universidade de Lisboa), autores do livro A Universidade como deve ser, e o Professor João Filipe Queiró (Universidade de Coimbra), autor do livro O Ensino Superior em Portugal, ambos editados pela Fundação Francisco Manuel dos Santos. No dia 12 de Maio, às 15:00 a reflexão continua no âmbito do Ciclo de Conversas sobre Arte Ciência e Cultura, na Casa de Mateus, numa sessão dedicada ao tema: Cidades Inteligentes vs. Cidades (simplesmente)”, com o Professor Paulo Pinho da Universidade do Porto e o Professor Paulo Novais da Universidade do Minho.